Jurandir da Prensa
Prisão

Três suspeitos morrem e outros três são presos após troca de tiros com a PM no interior do RN 

Três suspeitos morrem e outros três são presos após troca de tiros com a PM no interior do RN 

04/09/2019 15h55
Por: Mais São Bento
1.139

Três homens morreram e outros três ficaram feridos e foram presos após um confronto com a Polícia Militar em São José do Campestre, na região Agreste potiguar, nesta quarta-feira (4). Os seis são suspeitos de terem participado de um assalto em uma propriedade rural do município.

 

De acordo com a PM, os policiais se depararam com os assaltantes logo depois do crime. Foi quando houve o confronto. Cinco armas foram apreendidas com o grupo: dois revólveres, uma pistola e duas armas longas e de grosso calibre.

 

Os policiais militares seguem em operação. Uma casa que também fica na zona rural foi cercada. Há a suspeita de que mais integrantes da quadrilha possam estar do lado de dentro.

 

Este foi o segundo confronto envolvendo bandidos e policiais nesta quarta-feira. Pela manhã, em Assu, na região Oeste do estado,um preso do regime semiaberto morreu e outros cinco suspeitos foram presos

 

ENTENDA

Um preso do regime semiaberto morreu ao trocar tiros com policiais civis e militares na manhã desta quarta-feira (4) na cidade de Assu, na região Oeste potiguar. Foi durante a operação 'Parati Sitiado', que deu cumprimento a mandados de prisão, busca e apreensão na região. Cinco pessoas foram presas suspeitas de tráfico de drogas e assaltos na região.

 

Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Civil, a operação foi realizada pela Delegacia de Assu, com apoio da Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD) de Mossoró, além da Polícia Militar. O bairro Parati 2000 é considerado uma das mais perigosos do município.

 

Os presos possuíam mandados em aberto por tráfico de drogas, associação criminosa, homicídio, posse e porte ilegal de arma de fogo e receptação.

 

O morto foi identificado como José Nazareno da Silva, conhecido como 'Neguim'. A Polícia Civil informou que ele era considerado um dos mais perigosos da organização criminosa. Ele ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

 

Na operação foram apreendidos um papelote de maconha, aproximadamente 90 pedras de crack, dois revólveres calibre 38, dez munições de calibre 38, quatro aparelhos celulares, uma balança de precisão, além de uma tornozeleira eletrônica rompida (que pertencia a José Nazareno), além de um cartão do Bolsa Família e R$ 75,65 em dinheiro fracionado.

 

assu

 

G1RN

Essa matéria já foi vista 867

Jair Sampaio 

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários