Jurandir da Prensa
Homicídio

Empresário mata irmão e tira a própria vida em fazenda. Veja

Caso aconteceu na manhã desta terça-feira(19Maio2020) em São Pedro, segundo a polícia.

20/05/2020 11h57Atualizado há 1 semana
Por: Mais São Bento
931

Um empresário matou o irmão e tirou a própria vida em uma fazenda no município de São Pedro, interior do Rio Grande do Norte, a 75 quilometros de Natal(RN), na manhã desta terça-feira(19Maio2020). As Polícias Militar e Civil confirmaram que foram acionadas, enviaram equipes ao local, fizeram o isolamento da área e acionaram a equipe de peritos do Instituto Técnico Científico de Perícia(ITEP).

De acordo com as informações iniciais, Tasso Flor atirou em Túlio Flor durante uma discussão, presenciada por outros familiares. Em seguida, ele teria tirado a própria vida. Não se sabe o motivo da discussão.

Informações extra-oficiais dão conta que há cerca de quatro meses, Túlio e Tasso começaram a se desentender por questões financeiras(herança familiar) envolvendo o patrimônio familiar, após a morte do pai, Joaquim Flor.

Nesta terça-feira(19Maio2020), após uma discussão, na frente da mãe(idosa), Tasso sacou uma arma de fogo calibre 38 e efetuou três tiros em Túlio Flor, que morreu no alpendre. Em seguida, o empresário entrou em um dos quartos do imóvel e tirou a própria vida com um disparo na cabeça.

Tasso Flor(Esquerda/camisa branca) atirou no irmão Túlio Flor(Direita/camisa preta) e depois cometeu suicídio.

Tasso Flor atirou em Túlio Flor durante uma discussão, presenciada por outros familiares. De acordo com o delegado do caso, o Dr. Otacílio de Medeiros, o atirador estaca inconformado com o arrendamento da fazenda. Túlio Flor era favorável ao arredamento do imóvel, e consigo levou um possível arrendatário. Ao presenciar o estranho em solo da família, Tasso Flor teria perdido o controle emocional e atirado contra contra o irmão.

A mãe das duas vítimas estava na casa sede da Fazenda e segundo o Delegado presenciou o ocorrido. A idosa tem 89 anos de idade e viu o filho Tasso atirar três vezes contra o irmão Túlio, que caiu ferido, tendo morte instantânea. Os familiares serão ouvidos pela polícia.

A família de empresários é dona de uma rede de postos de combustíveis e da empresa Via Sul, que presta serviço de transporte urbano em Natal. De acordo com as evidências colhidas no local pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia(Itep), Túlio foi atingido por quatro disparos.


CDL e FCDL lamentaram mortes de empresários
A Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal(CDL) emitiu nota em que lamentou "profundamente" a morte de Tasso e Túlio Flor. “Oramos para que Deus possa confortar familiares e amigos. Estamos todos consternados”, diz a nota, assinada pelo presidente da instituição, José Lucena.

A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do do Rio Grande do Norte(FCDL RN) também enviou uma nota à imprensa em que "manifesta imenso pesar pelos falecimentos dos empresários Tasso e Túlio Flor".

"Manifestamos nossa solidariedade aos familiares e amigos. Que Deus em sua infinita bondade possa confortar a todos e acalmar os corações que neste momento sofrem com a partida dos entes queridos. A família Flor é conhecida em todo Rio Grande do Norte por empreender e gerar emprego e renda para este Estado", diz a nota, assinada pelo presidente da federação, Afrânio Miranda.

 

                       

 

 
 

 
 
 
Oba do sertão 
Essa matéria já foi vista 597
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.