Jurandir da Prensa
POLICIAL

Professor é esfaqueado por aluno dentro de escola na Zona Leste de SP, diz polícia

Caso aconteceu no CEU Aricanduva. Segundo a PM, o aluno também ficou ferido e foi levado para o PS do Jardim Iva.

20/09/2019 13h45
Por: Mais São Bento
779

 

Um professor foi esfaqueado por um aluno dentro do Centro Educacional Unificado (CEU) Aricanduva, uma escola municipal na Zona Leste da cidade de São Paulo, nesta quinta-feira (19). Segundo a Polícia Militar, o estudante também ficou ferido.

 

Professor e aluno foram socorridos e segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o estado de saúde do docente é grave e, por volta das 12h, ele estava no centro cirúrgico do Hospital Vila Alpina.Aluno se despediu da mãe por mensagem antes de esfaquear professor em escola de SP, diz polícia.

 

Informações iniciais apontam que o aluno, de 14 anos, estava em troca de aulas, encontrou o professor no corredor, o esfaqueou e voltou para a sala. Ao avisar os colegas sobre o que tinha feito, se feriu, mas foi contido por outro professor. O estudante está no 9º ano do ensino fundamental e não tem histórico de problemas com colegas e funcionários.

 

"Pelas informações, trata-se de um surto psicótico. Ele tem 14 anos, pelas referências, é um bom aluno, nunca deu problema, tem apresentado boas notas. É um fato que surpreendeu a todos aqui na escola", disse o tenente Damasceno do 19º Batalhão da Polícia Militar.

A ocorrência foi conduzida pela Guarda Civil Metropolitana (GCM) e foi recebida às 9h20.

 

Em nota, a Diretoria Regional de Itaquera disse que o aluno e o professor "estão sendo atendidos pelos serviços de saúde do município" e que "a direção do CEU suspendeu as atividades de hoje na unidade".

G1

ESSA MATÉRIA  FOI VISTA 612

E00:00/01:00

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários